Adeus chapinha ! 🙆

quinta-feira, março 16, 2017


 Desde criança eu tinha o cabelo enrolado e juro que sempre amei ele, os cachinhos que eles se formavam enquanto meu cabelo ia secando, mas com forme a gente vai crescendo e se inserindo de fato na sociedade a gente começa a conhecer diversas coisas, vê o que gosta e o que deixa de gostar.    Na época em que comecei a fazer chapinha eu tinha apenas 12 para 13 anos de idade, eu fazia porque sempre ouvia falar que fulaninha era mais bonita porque o cabelo é liso, porque na mídia sempre era mulheres com o cabelo super lisinho. 

Nunca soube de fato quando perdi minha alto estima, mas de um ano pra cá, eu não me sentia nada linda, não sabia o que estava de errado comigo e foi quado eu comecei a conhecer mulheres empoderadas e aprendi mais sobre o movimento  feminista, foi quando eu vi que a sociedade e a mídia fazia comigo, fazendo eu ser escrava de uma coisa que no fundo só me fazia mal, tanto para com minha aparência quanto para alma. 
No começo no ano eu tava tão decidida que iria sair dessa escravidão de chapinha mas não conseguia nadinha, ouvia muito "tava mais bonita antes" e isso foi fazendo eu desistir da ideia, mas em fevereiro, no meio do carnaval em um simples bloco de rap que aconteceu em SP, depois de ouvir minas incríveis falando do empoderamento dos cachos, aquilo me tocou, mas me tocou muito forte, na alma. Depois daquele dia eu disse CHEGA, chega a isso, chega de me torturar porque as pessoas falam isso ou aquilo, chega de me torturar por não ser o padrão beleza que a mídia passa, 

Estou um mês sem chapinha, um mês na transição, um mês me reconhecendo de novo, aceitando minhas raizes, me amandando como nunca, claro que tem dias que é um sufoco, dá vontade de raspar a cabeça mas eu nunca me senti tão viva, tão feliz e tão bonita como hoje em dia ❤




  • Share:

Talvez você goste

0 comentários